1. Links Ainda Dominam

Os links têm sido importantes desde os primeiros dias de SEO e ainda são um dos indicadores mais fortes do excelente desempenho de um website para o Google.

Quanto mais links relevantes e de alta qualidade você adquirir, maior será o potencial de seu website nas SERPs.

Em suma, os links ainda são fundamentais para o SEO.

Faz sentido investir no link building como parte de seus esforços de SEO.

  1. Conteúdo Relevante e Otimizado vence

O problema de links versus conteúdo é um pouco como um dilema de ovo ou galinha.

Você precisa de conteúdo para atrair links, mas seu conteúdo precisa de links para impulsionar a classificação do seu site nos resultados de busca e para ajudar a direcionar o tráfego para um conteúdo.

Eventualmente, o que acontece é o seguinte: Links e conteúdo são a espinha dorsal do SEO.

Se você quiser decifrar a primeira página no Google, precisará de links para seu conteúdo relevante e bem otimizado.

Aqui estão algumas coisas que você deve ter em mente ao criar e otimizar seu conteúdo:

  • Palavras-chave importam no contexto. As palavras-chave ainda são de grande relevância para o Google, mas, em vez de verificar a página para “aparição de palavra-chave”, seus rastreadores agora analisam o contexto e as palavras-chave secundárias relacionadas que compartilham da intenção do usuário.
  • Titles, meta descriptions, atributos ALT, tags H1 e URLs ainda são importantes. Inclua palavras-chave segmentadas e relevantes nesses elementos.
  • Aumente sua expertise, autoridade e confiança. Leia as diretrizes de qualidade de pesquisa do Google para orientação sobre a qualidade do conteúdo. O Google afirma, em parte, que “a quantidade de conteúdo necessária para a página ser satisfatória depende do tema e do objetivo da página”.

Em resumo, estabeleça um processo para produzir e compartilhar conteúdo otimizado de alta qualidade. Assegure-se de que todo o conteúdo esteja escrito para humanos, ainda que otimizado para alimentar dados para mecanismos de busca.

  1. Os sinais de UX têm um impacto sobre as SERPs

A experiência do usuário (UX) desempenha um papel substancial na forma como o seu site vai nos mecanismos de pesquisa.

Infelizmente, a experiência do usuário depende de muitos fatores (por exemplo, infraestrutura e layout do site, conteúdo etc.) e é, muitas vezes, muito difícil de avaliar.

Descobrir onde seu site não tem uma perspectiva de UX pode ser uma experiência dolorosa. Assim, alguns profissionais de SEO optam por não lidar com isso.

No entanto, se você quiser ganhar seu jogo de SEO em 2018, dominar o UX é o que você precisa. Você pode terceirizar parcialmente as partes de design e layout do processo, mas ainda precisará:

  • Garantir que o tempo de permanência e a CTR sejam altos e a taxa de rejeição seja baixa. Embora esses sinais já existam há algum tempo, e o Google não os usa como fatores diretos de classificação, a otimização do seu site para um alto engajamento não prejudica e pode até mesmo ajudar indiretamente.
  • Melhorar a arquitetura do site. A parte principal aqui é melhorar a navegação de um website e garantir que os mecanismos de pesquisa possam rastrear todas as páginas, e os usuários possam encontrar facilmente uma página que estejam procurando. A abordagem “quanto mais simples, melhor” funciona perfeitamente aqui.
  • Otimizar a velocidade. Independentemente da plataforma, seu site precisa ser carregado em dois segundos ou menos. Compactação de imagem, otimizações de código e estrutura e servidores mais rápidos ajudarão.
  • Atrair um profissional de UX para otimizar a jornada do consumidor de acordo com a intenção do usuário. Como o SEO evoluiu para se tornar mais focado no usuário, você deve trabalhar em conjunto com as pessoas de UX para fornecer ótimas experiências digitais em cada etapa da jornada do cliente. Em outras palavras, sua meta é conversões e vendas, não apenas tráfego e leads.

Em suma, a otimização do UX já se tornou uma parte fundamental do SEO.

Concentrar-se no visitante provavelmente desempenhará um papel ainda mais importante no futuro (uma vez que o Google se torna mais inteligente e melhora claramente para o bem do usuário), e você precisa aprender pelo menos o básico sobre ele.

  1. SEO móvel pode fazê-lo ou quebrá-lo

Como o Google está determinado a usar seu índice mobile-first para classificar e exibir os resultados de busca em todos os dispositivos, é hora de finalmente aperfeiçoar seu website para dispositivos móveis.

Infelizmente, embora a mudança do Google faça sentido (com mais de 50% do tráfego gerado mundialmente em dispositivos móveis), fazer com que seu site funcione sem problemas em dispositivos móveis e computadores não é simples.

Para começar, você precisará investir em um design responsivo, uma vez que o Google recomenda isso.

Você também precisará tornar seu conteúdo consistente em computadores e dispositivos móveis e garantir que seu site seja rápido e fácil de usar.

O que tudo isso significa:

  • Otimize seu conteúdo para usuários móveis.
  • Acelere a velocidade da sua página.
  • Melhore a compatibilidade com dispositivos móveis.

Em suma, você precisará melhorar seu jogo para celular ou ficará mal posicionado no Google.

  1. A busca por voz já é tendência

Embora eu não acredite que a busca por voz venha a revolucionar o SEO no futuro próximo, os clientes parecem gostar dela.

A Northstar Research informa que 55% dos adolescentes dos EUA e 41% dos adultos dos EUA usam pesquisa por voz.

Segundo o Google, mais de 20% de todas as pesquisas em dispositivos móveis são pesquisas por voz.

Com isso dito, faz sentido começar a otimizar a pesquisa por voz agora.

Especificamente, você pode começar com estas etapas:

  • Otimize o conteúdo usando linguagem natural (ou seja, mais palavras-chave de cauda longa alinhadas com a intenção do usuário) e respondendo a perguntas.
  • Otimizar para trechos em destaque.
  • Crie e marque a página de perguntas frequentes (use os esquemas de perguntas e respostas).

Em suma, embora a otimização da pesquisa por voz não seja obrigatória agora, as otimizações relacionadas fazem sentido e podem ajudar você a ter mais propriedades do Google.

 

Deixe uma resposta